A emoção em formar

A emoção em formar

Passamos anos na escola, depois toda aquela tensão do vestibular para passar para a faculdade que tanto planejou e então finalmente começam as aulas da faculdade. Os trotes, os novos amigos, as novas regras e a falta delas. Tudo na universidade é diferente e você tem que ter maturidade para aproveitar toda essa liberdade sem perder o foco em estudar e ser uma boa profissional.

Assim vão 4 ou 6 anos de estudos árduos, trabalhos em grupo, aulas planejadas, laboratórios, filas nas copiadoras da faculdade, elevadores que não funcionam quando você está atrasado para a aula mais importante daquele dia.

As greves que param tudo e complicam o andamento do curso. Bem, passar pela faculdade e aproveitar ao máximo cansa bastante, principalmente para os que trabalham e estudam ao mesmo tempo, e no final do curso, com os estágios obrigatórios, tudo fica ainda mais atribulado.

Passando por tudo isso, nada mais justo do que ter a formatura que sempre sonhou, a emoção de trabalho feito, de devolução da dedicação de seus pais, familiares e amigos que te apoiaram, isso tudo, toda essa retrospectiva voa por sua cabeça. Os lances mais engraçados, como a maquete que se quebrou no dia da entrega do trabalho, o projeto que deu erro na última linha do balanço, a escultura que se quebrou ao meio, o café derramado em cima da planta perfeita que te levou horas de sono, o pen drive com defeito com a texto de conclusão que levou mais de 3 meses para ficar pronto, tudo isso, que anteriormente foram momentos de tristeza, nervosismo, desespero, cansaço, hoje é um retrato do quanto você é capaz de superar os obstáculos e chegar lá.

Se formar, terminar a famosa etapa da vida em que você passará de estudante a profissional capacitado, que passa a contribuir como todos, para o desenvolvimento da sociedade.

E então vem a emoção e as perguntas. Saberei aplicar o que aprendi? Quem tirará minhas dúvidas? Quem será meu chefe? Será que sou tão bom assim no que faço? E agora, acabou? Faço pós-graduação, mestrado, concurso público?

A emoção em formar é um misto de alegria suprema, de certeza de meta cumprida, mas também um momento de saudosismo pelo que vai acabar, e a insegurança da nova etapa que se inicia na sua vida. É a hora der chorar, de agradecer, de rir, de comemorar, e de descansar…

O ideal ao se planejar uma formatura completa sem se assustar demais com os custos é iniciar o planejamento desde o terceiro período de faculdade, para que todos possam se planejar e juntar esse valor parcelado até o mês anterior ao da formatura.

Primeiro passo, a conversa com amigos e familiares. É importante ter uma noção de quantas pessoas estarão no evento, qual o custo ideal, a importância de todos os atos, a missa, a colação, o baile e etc. A família precisa apoiar a decisão pelo baile ou não, pois a comemoração apesar de seu feita com os amigos, é também um momento de agradecimento aos que o apoiaram, como professores, amigos, familiares e etc. Há também a escolha do padrinho de formatura, do anel, e até da roupa de acordo com o tipo de comemoração.

Então, definidos valores, limites e convidados, você já pode conversar com os colegas e votarem a formação de uma comissão de formatura, que representará a todos para verificação de preço, facilidades de pagamento, locais ideais de acordo com o número previsto de participantes do evento e será a responsável pela arrecadação do monetário e posterior pagamento dos serviços.

Primeira providência, marcar a reunião de turma e definir a comissão de formatura, isso é feito lá pelo terceiro período de faculdade.

Segunda providência, discutir e acordar os eventos, locais, valores máximos, já com todos os detalhes de mensuração de número de pessoas e tipos de serviços a serem contratados. Se vai ter colação, missa e baile? Quem vai participar do que e organizar a lista por etapas. Alguns podem escolher apenas fazer parte da colação de grau, e isso já tem que estar mensurado, acordado e previamente, por escrito.

A partir desse momento, começa-se a pesquisa de preços de igrejas, locais para a colação, valor de buffet, aluguel de salão de festas, e todo o aparato que vem no pacote, como decoração, beca, e etc.

Casos que podem ocorrer e que devem estar previstos: alunos que não conseguem se formar com a turma, alunos que podem entrar a mais por transferência de faculdade, alunos que desistem do curso, e assim vai.

Aconteceu comigo! Tudo planejado, organizado, cabelo feito, esperando a hora da mina formatura e a cidade do Rio de Janeiro ficou alagada. Quem não saiu de casa antes das 15hs, não conseguiria chegar. Os formandos me ligavam uns preocupados e calmos, outros histéricos e gritando, uma confusão. Mas a empresa de formatura, como foi cedo para o local para prepara-lo estava lá e aí o problema, não decretada calamidade pública, não tínhamos amparo legal para obrigar a empresa a fazer uma nova festa sem cobranças adicionais. Mas não adiantava chorar, tive que manter a calma, parei de atender as ligações e esperei pelos dias que se passaram. Graças a Deus e ao meu bom relacionamento com a empresa e com o local, conseguimos que eles no cobrassem o mínimo de deslocamento de outra equipe em outro dia, e conseguimos por um valor bem pequeno fazer a nossa formatura. E posso dizer, com tudo isso, foi ainda mais perfeita! Mas que foi um susto, foi, imagina tem que pagar toda uma formatura de novo!

Mais ou menos pelo 5º período é importante a escolha dos convites para que sejam preparados, e entregues a um prazo mínimo de 45 dias antes da festa para que haja tempo hábil para entrega aos convidados. Acho importante a foto coletiva no convite, porque essa provavelmente será a única foto que você terá com toda a turma junta antes e depois da formatura.

Acertados valores aproximados, marca-se então a votação para a escolha do Paraninfo, Patrono e Orador da turma, que podem ser escolhidos apenas a partir do 6º período, pois já conhecemos a todos melhor e a escolha com certeza será a mais acertada.

A missa, apesar de não obrigatória, pode ser uma escolha da turma, aonde se comprometerão perante a Deus a cumprir todas as regras e aplicar sua profissão para a melhora da sua comunidade. Lembre-se de escolher uma igreja em que caibam todos os convidados e de preferência próxima ao local da colação e festa. Sugerimos que a missa seja em dia separado do restante, ou então que o baile aconteça no mesmo local da colação, para não haver muito deslocamento.

A colação é o momento mais importante de uma formatura, é uma mistura de sentimentos de gratidão, alívio, saudade, aonde perante todos, seu professor lhe conferirá seu diploma e naquele momento você passa a ter o título da sua profissão. Mesmo sendo um ato simbólico, a emoção de receber o seu canudo do professor mais querido, porque é o que normalmente acontece, faz o coração disparar e a respiração pausar por alguns segundos.

O discurso do Orador, com seus encantos e lembranças, as brincadeiras dos apresentadores com os alunos e professores. As músicas, os passos ensaiados, o coral de palmas…. Tudo é alegria!

E então, o baile, a festa, chapéus para o alto e dança, música e curtição, sem hora para terminar! A despedida das chopadas, das pessoas, dos amigos que vão pra longe, o agradecimento aos professores por tudo que aprenderam, o abraço dos familiares e amigos o parabenizando por sua conquista, e risos, e beijos, e abraços e mais bagunça, e mais música, e mais comemoração.

E quando você acha que tudo acabou, já quase de manhã quando você vai se deitar, vem o Day After, a junção dos mais íntimos em um lanche, um piquenique, um cinema de sofá e pipoca, colocando em pauta todos os acontecimentos do dia anterior. Curta com muita calma o dia depois do baile, porque acredite, sua vida mudará pra sempre. Reunir essas pessoas passa a ser uma tarefa quase impossível, ainda mais na frequência que você tanto gostaria.

Emocione-se, ria, chore! A emoção, o filme mental da formatura, e tudo que aconteceu até aquele dia será lembrado por você para sempre, então viva o momento, e curta cada segundo com toda a sua energia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *